Templates da Lua

Perfil

Meu perfil

BRASIL, Sul, MARINGA, Mulher, Portuguese

Histórico

+ veja mais

Votação

Dê uma nota para meu blog

Outros Sites

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular

Visitante Número

Créditos

Templates da Lua

22.06.10

Rememórias

            Rememorar aquele passado que se fez tão intenso, confuso, ambíguo a todos os que nele estiveram. É engraçado porque, ao mesmo tempo em que se decide pensar [e agir] sobre o que se passou há tantos anos, parece que algo conspira a favor para que tudo isso seja não só idealizado, mas vivido.

            Aquela pessoa que eu não via há anos e que hoje é motivo de músicas melosas pelo apartamento, com direito a acompanhamento desafinado e tudo, claro; aquele velho amigo que, repentina e quase que imediatamente, percebe também que seu passado vale à pena. Passado este que se conflui, confunde-se ao meu. Anos. Anos passam, mas os sentidos, os sentimentos “meio” que continuam ali, latentes. Esperando por uma respiração de recomeço, a puros pulmões.

            Até mesmo a recuperação de elementos que há oito (repito, oito) anos eram somente pó e lembranças de mal grado, resolvem cutucar um inconsciente que se mostrava até então magoado, mas sem ação. Refazer os laços, repensar as palavras, retomar as visitas. Isso é, sim, a família, que há tanto estava negligenciada.

            Sensações tão boas, enfim, que provêem destes acontecidos. E o curioso: até o dia de hoje, este texto era inacabado. Impossível de resolução. E, exatamente hoje, fechou-se um ciclo de retomada de laços, remexida de elementos do velho baú da minha consciência. E o texto, pelo mesmo caminho.

            Perdidamente embriago-me dessa nova fase, nessa nova página que começo a escrever com a mão cansada, porém, carregada de belas histórias. E, acima de tudo, de belas pessoas. 


Escrito por Lolita às 22h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]