Templates da Lua

Perfil

Meu perfil

BRASIL, Sul, MARINGA, Mulher, Portuguese

Histórico

+ veja mais

Votação

Dê uma nota para meu blog

Outros Sites

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular

Visitante Número

Créditos

Templates da Lua

11.06.10

sem precisão de entitulação

"Sempre o teu rosto nos meus espelhos, teus cães de caça nos meus joelhos. E um perfume que mata de ciúme (...)" - João Bosco.


As reflexões geradoras de tanto desprezo por sua parte (e de tanta insônia da minha) são angustiantes. Motivos reais até não são necessários. Fantasias existem para quê, não é mesmo?

Não, não sou paranóica, só exigente em demasia. Assim como me exijo elementos que me façam cada dia melhor, cada dia vivido como superação do anterior, também o faço com os que elegi para estarem comigo. Capacidade esta que me tira do sério inúmeras vezes. A ciência de que as pessoas não são (nem precisam ser) iguais a mim não me cabe na alma. Somente na racionalidade que me cabe por tantas vezes. 

Forço. Forço essa compreensão. Não, "forço" é extremista demais (tá vendo?). "Treino" é melhor. Isso, eu treino minha compreensão. Afinal, quem não o faz em certa medida?

E você, aí, que nem lê mais o que eu escrevo (porque já perdeu a graça, né? Já não sou mais novidade pra você mesmo...), a me colocar nessa corda que é mais bamba do que eu gostaria. Eu aguento, com seriedade o "bambolear" dela. Mas tudo tem seu limite. TUDO. Mesmo. 

E o meu limite, nessas idas vindouras de notícias já antigas demais pra mim? Onde estará ele? 

Provavelmente me esperando com uma gargalhada debochada e um pedaço de pizza na mão direita. 


(E, amanhã, dia dos namorados. Pizza? Gargalhadas?)


Escrito por Lolita às 21h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]